Ficha de Segurança Álcool Gel Antisséptico 70%

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

 

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

 

SECÇÃO 1. Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa

 

1.1 Identificador do produto

 

Nome do produto:                                   Álcool Gel Antisséptico a 70%

 

 

 

 

 

 

1.2 Utilizações identificadas relevantes da substância ou mistura e utilizações desaconselhadas

 

Desinfeção de mãos

 

 

1.3 Identificação do fornecedor da ficha de dados de segurança

 

 

Destilaria Levira, Lda

 

Rua de Cima – Levira

 

3780-174 Anadia

 

PORTUGAL

 

NIF: PT506150283

 

 

1.4 Número de telefone de emergência

 

Serviço de informação de emergência:

INEM 112

Centro de Informação Antivenenos (CIAV)  Telefone: 808 250 143

 

DL.105

 

Revisto por: Sara Barros

 

em: 17.03.2020


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 2. Identificação dos perigos

 

2.1 Classificação da substância ou mistura

 

A substância é classificada como perigosa de acordo com o Regulamento (CE) n.º1272/2008 (CRE):

 

Líquido inflamável, Categoria 2

 

H225: Líquido e vapor altamente inflamáveis

 

Irritação ocular, Categoria 2

 

H319: Provoca irritação ocular grave

 

Toxicidade aguda, Categoria 4

 

H302: Nocivo por ingestão

 

 

 

2.2 Elementos do rótulo

 

Rotulagem de acordo com o Regulamento (CE) n.º1272/2008 (CLP): Pictogramas de perigo:

 

 

 

 

 

 

 

 

Palavra-sinal:

 

PERIGO

 

 

Advertências de perigo:

 

H225: Líquido e vapor altamente inflamáveis.

 

H319: Provoca irritação ocular grave.

 

 

Recomendações de prudência:

 

Prevenção

 

P210: Manter afastado do calor/faísca/chama aberta/superfícies quentes. Não fuma.

 

 

Resposta

 

 

P301+P312: EM CASO DE INGESTÃO: caso sinta indisposição, contacte um centro de informação antivenenos ou um médico.


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

P370 + P378: Em caso de incêndio: para a extinção utilizar água pulverizada; dióxido de Carbono (CO2); espuma; pó seco.

 

P305 + P351 + P338: SE ENTRAR EM CONTACTO COM OS OLHOS: enxaguar cuidadosamente com água durante vários minutos. Se usar lentes de contacto, retire- as, se tal lhe for possível. Continuar a enxaguar.

P337 + P313: Caso a irritação ocular persista: consulte um médico

 

Armazenamento

 

P403 + P235: Armazenar em local bem ventilado. Conservar em ambiente fresco.

 

 

Eliminação

 

P501: Eliminar o conteúdo/recipiente em instalações industriais de tratamento de resíduos devidamente licenciadas.

 

2.3 Outros perigos

 

Esta substância não preenche os critérios de classificação de PBT, nem de mPmB.

 

Sem informação disponível.


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

 

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 3. Composição/informação sobre os componentes

 

3.1 Substância

 

Denominação: Etanol 96 % Alc (álcool etílico) Formula: C2H6O

 

Massa molar: 46,07 g/mol Número CAS: 64-17-5

 

Numero CE: 200-578-6

 

Número de índice: 603-002-00-5

 

 

 

Denominação: Peróxido de Hidrogénio a 3 %(água oxigenada)

 

Formula: H2O2

 

Massa molar: 34.01 g/mol

 

CAS: 7722-84-1

 

Número CE: 231-765-0

 

 

3.2 Mistura

 

Etanol (CAS:64-17-5) – 70 %

 

Peróxido de Hidrogénio 3% (CAS:7722-84-1) – 4,5 %

 

DL.105

 

Revisto por: Sara Barros

 

em: 17.03.2020


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 4. Primeiros socorros

 

4.1 Descrição das medidas de primeiros socorros

 

Após inalação: Trata-se de um produto não classificado como perigoso por inalação, no entanto no caso de sintomas de intoxicação é recomendado retirar o afectado do local de exposição, administrar ar limpo e mantê-lo em repouso. Solicitar cuidados médicos no caso de que os sintomas persistam.

 

Após contacto com a pele: No caso de provocar alergia e verificar alterações na pele (ardor, vermelhidão, erupções cutâneas, bolhas, etc.), consultar o médico, apresentando esta ficha de Dados de Segurança.

 

Após contacto com os olhos: Irrigar imediatamente os olhos com água em abundância pelo menos 15 minutos, mantendo os olhos aberto. Remover lentes de contato se possível. Recorrer a cuidados médicos.

 

Após ingestão: Não induzir o vômito. Manter a cabeça inclinada para a frente para evitar a aspiração. Manter o afectado em repouso. Enxaguar a boca e garganta, porque existe a possibilidade de que tenham sido afectadas na ingestão.

 

 

4.2 Sintomas e efeitos mais importantes, tanto agudos como retardados

 

Nauseas, dores de cabeça, tonturas, intoxicação, irritação aguda nos olhos

 

 

4.3 Indicações sobre cuidados médicos urgentes e tratamentos especiais necessários

 

Sem informação disponível.


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 5. Medidas de combate a incêndios

 

 

5.1 Meios de extinção

 

Utilizarpreferencialmente extintores de pó polivalente (ABC), aternativamente utilizar espuma física ou extintores de dióxido de carbono. NÃO É RECOMENDADO utilizar jacto de água como agente de extinção.

 

5.2 Perigos especiais decorrentes da substância ou mistura

 

Como consequência da combustão ou decomposição térmica são gerados subprodutos de reação que podem ser altamente tóxicos e, consequentemente, podem apresentar um risco elevado para a saúde.

 

 

5.3 Recomendações para o pessoal de combate a incêndios

 

Usar equipamento autónomo de respiração com máscara facial e roupa de proteção completa (vestuário padrão).

 

Ter atenção à possibilidade de ocorrer um reacendimento.

 

Este produto emite vapores inflamáveis que podem formar misturas explosivas com o ar. Os vapores com uma fonte de ignição podem criar um “flashfire” (não uma explosão UVCE).

 

O escoamento para o esgoto pode causar risco de incêndio ou explosão.

 

Os recipientes podem explodir com o calor do fogo. Usar água para arrefecer os recipientes expostos ao fogo e para dispersar o vapor.


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 6. Medidas a tomar em caso de fugas acidentais

 

6.1 Precauções individuais, equipamento de proteção e procedimentos de emergência

 

Usar vestuário de proteção adequado. Eliminar todas as fontes de ignição.

 

Evitar respirar os vapores. Procurar áreas arejadas e afastar-se de áreas baixas, junto ao solo, onde o vapor se pode acumular e inflamar.

 

Manter as pessoas afastadas da zona de perigo. Isolar e impedir o acesso à zona de perigo. Considerar a necessidade de evacuação.

 

Parar o vazamento, desde que seja possível fazê-lo sem riscos.

 

 

6.2 Precauções a nível ambiental

 

Tentar impedir que o material entre no esgoto ou nos cursos de água.

 

Avisar as autoridades se o derrame entrar no esgoto ou no curso de água ou se ocorrer contaminação do solo ou da vegetação.

 

6.3 Métodos e materiais de confinamento e limpeza

 

Absorver o derrame através de areia ou absorvente inerte e transladar para um local seguro. Não absorver com serradura outros absorventes combustíveis.

 

6.4 Remissão para outras secções

 

Indicações sobre equipamentos de proteção, ver secção 8. Indicações para tratamento de resíduos, ver secção 13.


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 7. Manuseamento e armazenagem

 

7.1 Precauções para um manuseamento seguro

 

Manipulação: Evitar a inalação de vapores. Evitar o contato com olhos. O equipamento adequado para lidar com incêndios, derrames e vazamentos deve estar prontamente disponível. Todos os equipamentos devem ter ligação à terra. Usar iluminação e equipamentos elétricos à prova de explosão.

 

Não fumar, comer ou beber nas áreas de uso e armazenamento.

 

Sempre que possível, usar um sistema fechado para efetuar as transferências de produto. O equipamento e as linhas usadas durante a transferência deverão ter ligação à terra para reduzir a possibilidade de incêndio iniciado por faísca estática ou explosão.

 

7.2 Condições de armazenagem segura, incluindo eventuais incompatibilidades Armazenamento: Armazenar em recipientes originais e hermeticamente fechados, afastados de fontes de calor ou ignição.

 

O local de armazenamento deve ser fresco, seco, bem ventilado, fora da luz solar

 

direta e separado de oxidantes e ácidos minerais fortes e deve ter ligação equipotencial elétrica e ser ligado à terra. O local de armazenamento deve ser fechado.

 

7.3 Utilizações finais específicas

 

Sem mais informações relevantes disponíveis.


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 8. Controlo da exposição/protecção individual

 

8.1 Parâmetros de controlo

 

Substância: Etanol/Álcool Etílico (CAS:64-17-

 

  • Valores-limite Nacionais

 

Valores limite de exposição profissional (limites de exposição no local de trabalho) Valor limite de exposição - curta duração: 1000 ppm Fonte: NP 1796:2014

 

Outros Valores - limite

 

  1. Nível derivado de exposição sem efeitos (DNEL)

 

Padrão de exposição

 

Via

DNEL

 

 

 

 

Trabalhador DNEL, agudo

Efeitos locais

inalação

1900 mg/m3

Trabalhador DNEL, longo prazo

Efeitos sistêmicos

cutânea

343 mg/kg

Trabalhador DNEL, longo prazo

Efeitos sistêmicos

inalação

950 mg/m3

Consumidor DNEL, agudo

Efeitos locais

inalação

950 mg/m3

Consumidor DNEL, longo prazo

Efeitos sistêmicos

cutânea

206 mg/kg

Consumidor DNEL, longo prazo

Efeitos sistêmicos

inalação

114 mg/m3

Consumidor DNEL, longo prazo

Efeitos sistêmicos

oral

87 mg/kg

 

 

 

 

 

  1. Concentração previsivelmente sem efeitos (PNEC)

 

PNEC

Valor

 

 

PNEC - água doce

0,96 mg/L

PNEC - água do mar

0,79 mg/L

PNEC – descargas intermitentes

2,75 mg/L

PNEC - sedimento de água doce

3,6 mg/kg matéria seca

PNEC - solo

0,63 mg/kg matéria seca

PNEC – ETAR

580 mg/L

PNEC oral

0,72 g/kg de alimento

 

 

 

 

Substância: Peróxido de Hidrogénio (CAS:7722-84-1)

Valor Limite de Exposição (8 horas / dia - média ponderada): 1 ppm; 1,4 mg/m3 (H2O2). Conforme NP 1796 de 2007


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

 

 

8.2 Controlo da exposição

 

Controlos técnicos adequados:

 

A utilização dos princípios básicos de higiene em contexto industrial permitirá que este produto seja usado com segurança. A exposição a este material pode ser controlada de inúmeras formas. As medidas adequadas para um determinado local de trabalho dependem de como o material é usado e do potencial de exposição.

 

Devem ser usadas medidas técnicas tais como contenção, ventilação/exaustão local ou cabines ventiladas para controle exposição aos vapores, na medida do possível.

 

Se as concentrações de vapor poderem exceder 50% do limite de exposição ocupacional, medir a concentração no ar e no local de trabalho sob exaustão/ventilação local regularmente.

 

Medidas de proteção individual:

 

Se as medidas técnicas e as boas práticas de trabalho não forem eficazes na prevenção ou controle de exposição deve ser usado equipamento de proteção individual adequado.

 

  • Proteção ocular / facial:

 

Devem ser usados óculos de proteção ao manusear a substância pura

 

  • Proteção da pele:

 

A escolha exata do tipo de luva varia de acordo com o tipo de trabalho a ser realizado. As luvas devem ser escolhidas em consulta com um fabricante de luva e após uma avaliação completa das condições de trabalho. As luvas devem ser substituídas regularmente.

 

Características recomendadas (em conformidade com a norma EN 374-

 

3): Substância de luva (excelente proteção):

borracha

 

 

 

butílica Substância de luva (boa proteção):

borracha

nitrílica

 

Período de permeação:

> 480 min

 

 

 

  • Proteção respiratória:

 

Usar máscara de gás se houver o risco de exposição a concentrações de vapor elevadas (quando a concentração no ar for acima ou poder exceder o limite de exposição). Tipo de Filtro recomendado: Filtro Ax


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

 

 

  • Proteção do corpo:

 

Para utilização e manuseamento normal deverá usar-se roupa de trabalho padrão e botas de segurança.

 

 

Controlo da exposição ambiental

 

Os resíduos podem ser reciclados por destilação ou incineração, usando equipamento aprovado.

 

Antes da descarga de esgoto, deve obter-se o consentimento das autoridades competentes. Na

 

ausência de tal autorização, as águas residuais não deverão ser descarregadas em ralos, ou para

 

águas superficiais.

 

As embalagens contaminadas vazias devem ser tratadas da mesma forma que as cheias. Os respetivos resíduos só devem ser eliminados através de um operador de resíduos licenciado.


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 9. Propriedades físicas e químicas

 

9.1 Informações sobre propriedades físicas e químicas de base


 

Estado físico

 

Aspecto

 

Cor

 

Odor

 

Limiar olfativo

 

pH

 

Ponto de fusão

 

Ponto de ebulição

 

Ponto de inflamação

 

Taxa de evaporação

 

Inflamabilidade (sólido, gás)

 

Limite inferior de inflamabilidade

 

Limite superior de inflamabilidade

 

Pressão de vapor

 

Densidade vapor

 

Densidade relativa

 

Solubilidade

 

Coeficiente de partição:

 

n-octanol/água (log Kow)

 

Temperatura de autoignição Temperatura de decomposição

 

 

Viscosidade (dinâmica)

 

Propriedades explosivas

 

Propriedades comburentes

 

Líquido

 

Gel

 

Incolor

 

A álcool

 

Sem informação disponível

 

6,5-8

 

Sem informação disponível

 

Sem informação disponível

 

22 ºC

 

Sem informação disponível

 

Altamente inflamável

 

Sem informação disponível

 

Sem informação disponível

 

Sem informação disponível

 

Sem informação disponível

 

0,885 g/cm3 a 20 ºC

 

Sem informação disponível

 

 

Sem informação disponível

 

314 ºC

 

Destilável, sem decomposição, à pressão normal

 

12,24 cP a 20 ºC

 

Sem informação disponível

 

Sem informação disponível


 

 

9.2 Outras informações

 

Tensão superficial                                                                Sem informação disponível


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

 

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 10. Estabilidade e reactividade

 

10.1 Reatividade

 

Não se esperam reações perigosas se cumprirem as instruções técnicas de armazenamento de produtos químicos.

 

10.2 Estabilidade química

 

O produto é quimicamente estável sob condições normais.

 

10.3 Possibilidade de reações perigosas

 

Sem informação disponível.

 

10.4 Condições a evitar

 

Altas temperaturas. Proximidade de fontes de ignição.

 

10.5 Materiais incompatíveis

 

Evitar ácidos e bases fortes, evitar incidência direta com matérias comburentes.

 

10.6 Produtos de decomposição perigosos

 

A combustão gera óxidos de carbono.

 

DL.105

 

Revisto por: Sara Barros

 

em: 17.03.2020


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 11. Informação toxicológica

 

11.1 Informações sobre os efeitos toxicológicos

 

  • Toxicidade aguda por via oral:

 

Etanol

 

Rato

 

DL50: 10.470 mg/kg peso corporal Diretrizes do Teste OECD 401

 

Peróxido de Hidrogénio

 

Rato                     DL50: 1193-1270 mg/kg de peso corporal (Peróxido de hidrogénio a 35%)

 

 

 

  • Toxicidade aguda por via inalatória:

 

Etanol

 

Rato

 

CL50 (4 h): 124,7 mg/l; ar

 

Diretrizes do Teste OECD 403 (equivalente ou semelhante)

 

Peróxido de Hidrogénio

 

Rato

 

CL50 (4 h): => 0,17 mg/l de vapor (gerado a partir do peróxido de hidrogénio a 50%)

 

 

 

  • Irritação cutânea:

 

Etanol

 

Coelho

 

Resultado: Não irritante Diretrizes do Teste OECD 404

 

Peróxido de Hidrogénio

 

 

Coelho

 

DL50: => 2000 mg/kg de peso corporal (Peróxido de hidrogénio a 35%)

 

 

  • Irritação ocular:

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

 

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

Etanol

 

Coelho

 

Resultado: Irritação para os olhos (Categoria 2A) Diretrizes do Teste OECD 405

 

Peróxido de Hidrogénio

 

Corrosivo. O contacto com os olhos pode causar lesão da córnea e danos irreversíveis.

 

 

  • Mutagenicidade em células germinativas:

 

 

Etanol


DL.105

 

Revisto por: Sara Barros

 

em: 17.03.2020


 

Resultado (ensaio de mutação reversa bacteriana): negativo Diretrizes do Teste OECD 471 (equivalente ou semelhante)

 

Resultado (ensaio de mutação genética de células de mamíferos): negativo Diretrizes do Teste OECD 476 (equivalente ou semelhante)

 

Peróxido de Hidrogénio

 

Não se demonstraram claramente efeitos óbvios nas diferentes classes de animais de teste. Aplicações tópicas não produzem tumores de pele. Não é reconhecido como cancerígeno por órgãos governamentais ou por Institutos de Pesquisa (IARC, NTP, OSHA, ACGIH)

 

  • Carcinogenicidade:

 

 

Etanol

 

Informação inconclusiva.

 

 

Peróxido de Hidrogénio

 

O produto não é reconhecido como mutagénico pelos organismos oficiais ou por institutos de investigação. Cultura in vitro tem mostrado ser mutagénico na ausência de activação metabólica, e, geralmente, não mutagénico com activação metabólica. A cultura in vivo não observou nenhum efeito após a administração por via oral.

 

  • Toxicidade reprodutiva:

 

Etanol

 

A informação disponível reporta resultados relativos ao consumo oral repetido de grandes quantidades de etanol, doses normalmente associadas ao alcoolismo, portanto, classificação de toxicidade reprodutiva ou do desenvolvimento no contexto de uma substância química não é


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

adequada.

 

 

Peróxido de Hidrogénio

 

 

Não é reconhecido como reprotóxico pelos órgãos governamentais ou por Institutos de Pesquisa.

 

Nenhum efeito foi demonstrado na reprodução dos animais no ensaio.

 

 

 

  • Toxicidade para órgãos-alvo específicos - exposição única: Sem informação disponível.

 

  • Toxicidade para órgãos-alvo específicos - exposição repetida:

 

Sem informação disponível.

 

  • Perigo de aspiração: Sem informação disponível.

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

 

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 12. Informação ecológica

 

12.1 Toxicidade

 

 

 

Etanol

 

  • Toxicidade em peixes: Pimephales promelas CL50 (96 h): 15.300 mg/l; Método EPA E03-05

 

  • Toxicidade em invertebrados aquáticos - curto prazo

 

Ceriodaphnia dúbia CL50 (48 h): 5012 mg/L ASTM E729-80

 

Daphnia magna

 

CL50 (48 h): 12340 mg ASTM E729-80

 

  • Toxicidade em invertebrados aquáticos - longo prazo Ceriodaphnia dúbia

 

NOEC (10 d): 9.6 mg/L (base em: reprodução) Daphnia magna

 

NOEC (9 d): 9.6 mg/L (base em: reprodução)

 

  • Toxicidade em algas:

 

Chlorella vulgaris                CE50 (72 h): 275 mg/L

 

  • Toxicidade em plantas aquáticas:

 

Lemna gibba CE50 (7 d):          4432 mg/L

 

 

 

 

Peróxido de Hidrogénio

 

  • Toxicidade aguda em peixes:

 

CL50, 96h, Pimephales promelas = 16,4 mg/l

 

  • Toxicidade aguda em peixes:

 

CL50, 72h, Leusciscus Ides = 37 mg / l

 

 

  • Toxicidade aguda para invertebrados aquáticos: CE50, 48h, Daphnia pulex = 2,4 mg/l

 

CE50, 24h, Daphnia Magna = 7,7 mg/l

 

 

 

  • Toxicidade aguda para algas:

 

CE50, 72h, Sceletonema costatum = 1,38 mg/l

 

DL.105

 

Revisto por: Sara Barros

 

em: 17.03.2020


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

 

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

 

12.2 Persistência e degradabilidade

 

Facilmente biodegradável.

 

 

12.3 Potencial de bioacumulação

 

Baixo potencial de bioacumulação (logKow: -0,35).

 

 

 

12.4 Mobilidade no solo

 

Sem informação disponível.

 

 

12.5 Resultados da avaliação PBT e mPmB

 

Esta substância não preenche os critérios de classificação de PBT, nem de mPmB.

 

 

12.6 Outros efeitos adversos

 

Sem dados a apresentar.

 

DL.105

 

Revisto por: Sara Barros

 

em: 17.03.2020


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 13. Considerações relativas à eliminação

 

13.1 Métodos de tratamento de resíduos

 

Substância: Eliminar de acordo com as disposições comunitárias e nacionais aplicáveis.

 

Usar a recuperação/reciclagem sempre que possível, caso contrário, a incineração é o método recomendado de eliminação. Se corretamente incinerado este material decompõe-se apenas em dióxido de carbono e água.

 

Recipiente: os recipientes vazios podem conter resíduos perigosos. Não cortar, furar ou soldar no/ou perto do recipiente. Os rótulos não devem ser retirados dos recipientes até que eles tenham sido limpos. Os recipientes contaminados não devem ser tratados como lixo doméstico. Os recipientes devem ser limpos por métodos apropriados e então reutilizados ou eliminados para aterro ou por incineração, conforme apropriado. Não incinerar recipientes fechados.

 

Disposições relacionadas com a gestão de resíduos:

 

Apresentam- se as disposições comunitárias e nacionais relacionadas com a gestão de resíduos:

 

  • Legislação comunitária - Diretiva 2008/98/EC, Decisão da Comissão 2014/955/UE, Regulamento (UE) n. °1357/2014;

 

 

Legislação nacional: Decreto-Lei nº 73/2011, Portaria nº 209/2004 de 3 de Março.


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

 

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 14. Informações relativas ao transporte

 

14.1 Número ONU

 

ONU 1170

 

14.2 Designação oficial de transporte da ONU

 

Etanol (Álcool etílico)

 

14.3 Classe

 

3 (F1 - Líquidos inflamáveis)

 

14.4 Grupo de embalagem

 

II

 

 

14.5 Perigos para o ambiente

 

Nenhum

 

14.6 Precauções especiais para o utilizador

 

(ADR/RDI):

 

Código de perigo (código Kemler): 33. Código de restrição em tuneis: D / E (IMDG):

 

Nº EmS: Echo (F-E) / Delta (S-D)

 

14.7 Transporte a granel em conformidade com o anexo II da Convenção Marpol

 

73/78 e o Código IBC

 

Não aplicável.

 

DL.105

 

Revisto por: Sara Barros

 

em: 17.03.2020


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 15. Informação sobre regulamentação

 

15.1 Regulamentação/legislação específica para a substância ou mistura em matéria de saúde, segurança e ambiente

 

Regulamento 649/2012/EU com execução assegurada pelo Decreto-Lei n.º 33/2015, de 4 de março, relativo à exportação e importação de produtos químicos perigosos (PIC):

 

Não aplicável

 

Regulamento 1005/2009/CE, com execução assegurada pelo Decreto-Lei n.º 85/2014 de 27 de maio, relativo às substâncias que empobrecem a camada de ozono:

 

Não aplicável

 

Regulamento 850/2004/CE, com os mecanismos necessários à sua execução estabelecidos no Decreto-

 

Lei n.º 65/2006, de 22 de Março, relativo a poluentes orgânicos persistentes (POP):

 

Não aplicável

 

Restrições de acordo com REACH, Anexo

 

XVII:

 

Não aplicável

 

Lista das substâncias sujeitas a autorização (REACH, Anexo XIV):

 

Não aplicável

 

Lista publicada em conformidade com o artigo 59.º, n.º 10, do Regulamento REACH, relativa a substâncias que suscitam elevada preocupação candidatas a autorização:

 

Não aplicável

 

 

Diretiva 2012/18/UE Seveso III, transposta pelo Decreto-Lei 150/2015 de 5 de agosto, relativos a acidentes graves:

 

Substância com aplicação na categoria de perigo da secção P - Perigos Físicos:P5a, P5b e P5cia

 

perigosa/categorias de perigo Quantidades-limiar (em toneladas) Notas

 

Diretiva n.º 2009/161/EU, transposta pelo Decreto-Lei n.º 24/2012 de 6 de Fevereiro, relativa à consolidação de prescrições mínimas em matéria de proteção dos trabalhadores contra os riscos para a segurança e a saúde devido à exposição a agentes químicos no trabalho:

 

Não aplicável

 

Diretiva 2010/75/EU, transposta pelo Decreto-Lei n.º 127/2013 - Regime de Emissões Industriais (REI):

 

Substância orgânica volátil                                   Teor de COV 100 %

 

Diretiva 2011/65/EU, transposta pelo Decreto-Lei n.º 79/2013, de 11 de junho, relativa à restrição do uso de determinadas substâncias perigosas em equipamentos elétricos e eletrónicos (diploma RoHS) - Anexo II:


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

Não aplicável.

 

Regulamento 166/2006/CE, com execução assegurada pelo Decreto-Lei n.º 127/2008, de 21 de julho, alterado pelo Decreto-Lei nº 6/2011, de 10 de Janeiro, relativo à criação do Registo Europeu das Emissões e Transferências de Poluentes (PRTR):

 

Não aplicável.

 

Diretiva 2000/60/CE, transposta pela Lei n.º 58/2005, de 29 de Dezembro que estabelece um quadro de ação comunitária no domínio da política da água

 

Não aplicável.

 

 

15.2 Avaliação da segurança química

 

Foi executada uma Avaliação da Segurança Química.


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

SECÇÃO 16. Outras informações

 

Legislação aplicável a ficha de dados de segurança:

 

Esta ficha de dados de segurança foi desenvolvida em conformidade com o Anexo II - Requisitos para a elaboração das fichas de dados de segurança, do Regulamento (CE) n.º 1907/2006, alterado pelo Regulamento (UE) n.º 453/2010 e pelo Regulamento (UE) n.º 2015/830).

 

Conselhos relativos à formação:

 

Recomenda-se formação mínima em matéria de prevenção de riscos laborais ao pessoal que vai a manipular este produto, com a finalidade de facilitar a compreensão e a interpretação desta ficha de dados de segurança, bem como da etiqueta / rótulo do produto.

 

Abreviaturas e acrónimos:

 

ADR/RID: Acordo Europeu relativo ao Transporte Internacional de Mercadorias Perigosas por Estrada/Caminho-de-ferro

 

N.º CAS: Número do Chemical Abstracts Service

 

N.º CE: Número oficial da substância na União Europeia

 

CE50: Concentração que causa efeito em 50 % dos organismos CL50: Concentração letal para 50 % de

 

uma população de teste CRE: Classificação, rotulagem e embalagem

 

DL50: Dose letal para 50 % de uma população de teste (dose letal mediana) DNEL: Nível derivado de exposição sem efeito (Derived No Effect Level)

 

EPI: Equipamento de proteção individual

 

FDS: Ficha de dados de segurança.

 

 

 

IMDG: Código Marítimo Internacional para o Transporte de Mercadorias Perigosas Kow: Coeficiente de partição do octanol/água

 

mPmB: Substância muito persistente e muito bioacumulável NOEC: Concentração para a qual não se

 

observam efeitos PBT: Substância Persistente, Bioacumulável e Tóxica

 

PEC: Concentração ambiental prevista (Predicted Environmental Concentration) PNEC: Concentração

 

previsivelmente sem efeitos (Predicted No Effect Concentration) RCR: Razão de caracterização de risco

 

REACH: Registo, avaliação, autorização e restrição dos produtos químicos

 

UVCE: Explosão de vapor não confinado


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

 

 

 

Outras informações:

 

Anexo: Cenários de Exposição

 

 

 

Declarações de exoneração de responsabilidade

 

 

 

A informação constante desta ficha de segurança baseia-se no conhecimento actual.

 

 

 

 

As informações devem ser um ponto de referência para o manuseamento seguro do produto mencionado neste folheto informativo sobre segurança, relativamente ao seu armazenamento, processamento, transporte e eliminação.

 

Estas indicações não implicam qualquer garantia de propriedades e características do produto descrito e não fundamentam uma relação contratual.

 

As indicações não são aplicáveis a outros produtos. Em caso de o produto ser misturado ou preparado com outros materiais, as indicações constantes neste folheto informativo sobre segurança não são automaticamente transferíveis para o novo material.


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANEXO

 

 

 

CENÁRIOS DE EXPOSIÇÃO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cenário de Exposição 1 - Formulação industrial e (re)embalagem de etanol e suas misturas


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

  1. Cenário de exposição 1 - Formulação industrial e (re)embalagem de etanol e suas misturas

 

 

SU4

Título baseado nos descritores de uso

PROC3, PROC5, PROC8a, PROC8b, PROC9 ECR 2

 

Abrange a formulação industrial, embalagem e re-embalagem da substância e suas misturas

em lote ou operações contínuas, incluindo armazenamento, transferência de materiais,

Processos, tarefas, actividades abrangidas

misturas, embalagem em grande e pequena escala, manutenção. Inclui a formulação de combustíveis que contêm etanol.

 

Método de avaliação

ECETOC TRA integrada modelo versão 2

 

I.1 Condições operacionais e medidas de gestão de risco

 

Categoria processo: Fabrico ou formulação de produtos químicos ou artigos usando tecnologias relacionadas com a mistura ou combinação de materiais sólidos ou líquidos no contexto dos setores de fabrico ou de formulação em que o processo é desenvolvido em etapas e existe a possibilidade de contacto significativo em qualquer etapa. Linhas de enchimento especificamente projetadas para capturar as emissões de vapores e aerossóis e minimizar derramamento. Amostragem, carregamento, enchimento, transferência, descargas, ensacamento, com possível exposição a poeiras, vapores, aerossóis ou derrame e limpeza do equipamento.

 

Categoria de Libertação ambiental: Fabrico de substâncias orgânicas e inorgânicas em química, petroquímica, metais primários e indústria de minerais, incluindo intermediários, monômeros, utilizando processos contínuos ou processos em lote aplicando equipamentos dedicados ou de múltiplos propósitos, tecnicamente controlados ou operados por intervenções manuais

 

Número de locais em que se usa a substância: substância amplamente utilizada.

 

I.1.1 Controle de exposição dos trabalhadores

 

 

 

Características do produto (incluindo a conceção/design

 

Estado físico

Líquido

 

 

 

 

 

 

 

 

Concentração da substância no produto

Até 100%

 

 

da embalagem, que afetam a exposição)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pressão de vapor da substância

5,73 kPa

 

 

Quantidades utilizadas

 

n.a. no modelo de tier1 TRA

-

 

 

 

 

Frequência de exposição (semanal)

> 4 dias por semana

 

 

 

 

 

 

 

 

Frequência e duração da utilização/ exposição

 

Frequência de exposição (anual)

240 dias/ano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Duração da exposição

> 4 horas / dia

 

 

 

 

 

Mãos - parcial (processos

 

 

 

 

Partes do corpo potencialmente expostas

automatizados/PROC3)

 

 

 

 

Mãos (transferência, enchimento,

 

 

 

 

 

 

 

Fatores humanos não influenciados pela gestão de

 

 

etc/PROC8a, b)

 

 

riscos

 

 

480 cm2 (processos automatizados/PROC3)

 

 

 

 

Superfície de pele exposta

960 cm2 (transferência, enchimento,

 

 

 

 

etc/PROC8a, b)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outras condições operacionais que afetam a

 

Pressupõe a implementação de um bom padrão básico de higiene ocupacional.

 

 

 

 

 

 

 

exposição dos trabalhadores

 

Configuração do processo (interior/exterior)

Interior

 

 

 

 

 

 

Condições e medidas técnicas a nível de processo

 

 

 

 

 

(fonte) destinadas a impedir libertações e emissões

 

Não há medidas específicas identificadas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Assegurar que as transferências de material estão sob contenção ou ventilação.

 

 

Condições e medidas técnicas para controlar a dispersão

 

Proporcionar boa ventilação nos pontos onde ocorrem as emissões.

 

 

da fonte na direção do trabalhador

 

Fornecer um bom padrão de ventilação geral ou controlada (5 a 15 mudanças de ar por hora).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Medidas organizacionais para impedir/limitar libertações

 

Não há medidas específicas identificadas.

 

 

 

e emissões a dispersão e a exposição

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Condições e medidas relacionadas com a avaliação de

 

Usar luvas apropriadas - em conformidade com a norma EN374, durante as atividades onde é

 

 

 

possível um contato excessivo com a pele.

 

 

 

proteção individual, da higiene e da saúde

 

 

 

 

 

EPI: óculos de proteção - deve ser usada proteção ocular adequada ao manusear o

 

 

 

 

 

 

 

 

produto, se houver um risco de salpicos.

 


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

 

I.1.2 Controle de exposição ambiental

 

 

 

 

 

Estado físico

Líquido

 

 

Características de produto

 

 

 

 

 

 

Concentração da substância no produto

Até 100%

 

 

 

 

 

 

 

 

Diariamente, na fonte

n.a.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anualmente, na fonte

30.000 t/ano (máximo na fonte, no pior

 

 

Quantidades utilizadas

 

caso)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anualmente, total

160.000 t/ano cadeia de abastecimento

 

 

 

 

total

 

 

 

 

 

 

 

Frequência e duração de uso

 

Padrão de libertação e emissão

Contínuo (300 dias por ano)

 

 

Fatores ambientais não influenciadas pela

 

Taxa de fluxo de receção de águas superficiais

18. 000 m 3/dia (padrão)

 

 

gestão de riscos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Configuração de processamento (interior/exterior)

Interior

 

 

Outras condições operacionais especificadas que

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Temperatura de processamento

Ambiente

 

 

afetam a exposição ambiental

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pressão de processamento

Ambiente

 

 

Condições técnicas e medidas ao nível de

 

Manter os recipientes bem fechados. Armazenar numa área limitada. Não descarregar no

 

 

 

esgoto ou ralos. Produtos residuais e embalagens vazias devem ser eliminadas como resíduos

 

 

processo (fonte) destinadas a impedir

 

 

 

 

perigosos em conformidade com a regulamentação local e nacional.

 

 

libertações e emissões

 

 

 

 

A atividade de formulação é considerada um processo predominantemente fechado.

 

 

 

 

 

 

Condições técnicas nas instalações e medidas

 

Implementar medidas técnicas com o objetivo de

Eficácia > 90%

 

 

 

reduzir e tratar as águas residuais (ETARI ou

 

 

destinadas a reduzir ou limitar as descargas, as

 

 

 

 

unidades de pré-tratamento (por exemplo,

 

 

 

emissões para o ar e para o solo

 

 

 

 

 

tratamento biológico))

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Medidas organizacionais para impedir/limitar

 

Não descargar efluentes diretamente no ambiente

Descarga de efluentes em ETAR municipal.

 

 

libertações e emissões a partir das instalações

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Condições e medidas relacionados com a

 

Tamanho da ETAR

> 2.000 m3/dia

 

 

 

 

 

 

 

 

Eficácia de degradação

90% (etanol)

 

 

estação de tratamento águas residuais

 

 

 

municipal

 

 

 

 

 

 

Tratamento de lamas

Eliminação ou valorização

 

 

 

 

 

 

Condições e medidas relacionadas com o

 

Incineração de resíduos perigosos.

 

 

 

 

Reutilização em combustíveis reciclados.

 

 

 

tratamento de resíduos

 

 

 

 

 

Montante estimado de 5% de resíduos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

I.2 Estimativa de exposição

 

Estimativa de exposição de trabalhadores é calculada com TRA Ecetoc modelo v2. As estimativasque se apresentam são baseadas no processo com os níveis de

 

exposição mais altos neste cenário (PROC8a).

 

 

 

Exposição de trabalhadores

Estimativa de exposição

 

DNEL

 

 

Comentário

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Inalação (mg/m3)

96,04

 

950

 

 

resultados do PROC 8a na exposição mais

 

 

 

Cutânea (mg/kd/dia)

13,71

 

343

 

 

elevada neste cenário de exposição

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Combinada (mg/kg/dia)

27,43

 

343

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Exposição ambiental estimativa baseia-se na Ecetoc TRA modelo v2 incluindo os dados das tabelas TGD A & B (MC-Ib, IC-9, UC-27, fonte principal de fração 0,2)

 

e baseia-se na pior das hipóteses. Fatores de libertação reduzidos para produzir RCR < 1.

 

O etanol é totalmente solúvel em água, biodegradável, não bioacumulável, não se acumula no solo ou em sedimentos e presume-se uma degradação de 90%

em ETARI local e/ou municipal nas condições avaliadas.

 

Vezes por ano (dia/ano) de libertações e emissões

300

Libertação e emissão local para o ar (fração)

0,025

 

 

 

 

 

Fração usada na principal fonte local

0,2

Libertação e emissão local para as

0,001

águas residuais (kg/dia)

 

 

 

 

 

 

 

Quantidade utilizada localmente (kg/dia)

100.000

Libertação e emissão local para o solo

0,0001

(kg/dia)

 

 

 

 

 

 

 


FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

DL.105

Revisto por: Sara Barros

Em conformidade com o Reg (CE) n.º 1907/2006

em: 17.03.2020

 

Identificação do Produto: Álcool Gel Antisséptico 70%

 

 

 

Exposição ambiental

 

PEC

PNEC

Comentário

 

 

 

 

 

Em ETAR /águas residuais sem tratamento (mg/l)

50

580

-

 

 

 

 

Em água doce (mg/l)

0,572

0,96

-

 

 

 

 

Em sedimentos de água doce (mg/kgms)

2,43

3,57

 

 

 

 

 

No solo (mg/kgms)

0,0915

0,63

-

 

 

 

 

Em água marinha (mg/l)

0,0635

0,79

-

 

 

 

 

Em sedimentos marinhos (mg/kgms)

0,243

2,94

 

 

 

 

 

 

Ingestão diária total através do ambiente local (mg/kgms/d)

 

Insignificante em comparação com a ingestão diária e formação endógena.

 

 

 

 

 

 

 

 

I.3 Orientação para o utilizador a jusante (DU), para avaliar se trabalha dentro dos limites definidos pelo cenário de

 

exposição (ES)

 

A exposição dos trabalhadores e as emissões ambientais foram avaliadas usando a ferramenta integrada Ecetoc TRA versão 2.

Se as condições do local de emissão ambiental se desviarem significativamente dos valores padrão usados, deve ser usado o algoritmo abaixo para estimar

as emissões locais corretas e os RCR’s:

 

PECcorrigido = PECcalculado * (fração de emissão local) * (fração da taxa fluxo da ETARI) * (fração da taxa de fluxo de rio) * (fração de eficiência ETAR

municipal)

Exemplo de cálculo do PEC de água doce:

PEC corrigido de água doce = 0,185 * (emissão da instalação[kg/dia] / 28) * (2000 / vazão da ETAR da instalação [m3/dia]) * (18000 / taxa defluxo do rio local [m3/dia]) * ((1 – eficiência da ETAR da instalação)/0,1)

Nota: Mseguro= 146 t/dia (Mseguro - quantidade de substância usada na instalação em que PEC = PNEC (i.e. RCR = 1))

 

I.4 Conselhos adicionais de boas práticas além da avaliação de segurança química

 

 

Nota: As medidas relatadas nesta seção não têm em consideração as

Usar medidas específicas para reduzir a exposição prevista

 

 

estimativas de exposição relacionados com o cenário de exposição acima.

relativamente ao nível estimado com base no cenário de

 

 

 

exposição, quando possível.

 

 

 

 

 

 

Liquid error: Could not find asset snippets/booster-message.liquid